quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Festival PalhaçAria reforça emponderamento feminino,CONFIRA!


Buscando aumentar a representatividade feminina na cultura do riso, o Festival Internacional de Palhaças do Recife chega a sua terceira edição na capital pernambucana. A abertura do evento, na noite dessa quarta-feira (13), convidou o público para um cortejo cênico, liderado pelo Coletivo Sampalhaças e conduziu a plateia a uma cômica caminhada, que se iniciou na Rua do Apolo e acabou dentro do Teatro Hermilo Borba Filho. 
Criado em 2012, o festival é organizado pela Cia. Animée, com curadoria de Enne Marx e Nara Menezes, e leva aos espectadores diversos espetáculos e oficinas, contando com 45 artistas ao todo. Para a Nara, o evento tem grande importância para cultura não só de Pernambuco, mas também do Nordeste. “O festival em si prega o fortalecimento da mulher em diversas áreas da sociedade, inclusive no meio da palhaçaria”, pontua Nara.

O grupo, originário de São Paulo, é composto por dez mulheres que através da cantoria encantou a psicóloga Patrícia Pinho, de 55 anos. Para ela, a proposta do festival de colocar a mulher como protagonista no espetáculo reforça o emponderamento desse gênero.

“Acho muito importante a visibilidade que o festival dá a figura feminina porque é bom saber que a palhaça existe. Em um universo que é dominado por homens, é legal ter contato com a mulher e saber que ela também encanta”, comenta Patrícia.

A terceira edição do Festival Internacional de Palhaças do Recife segue até o próximo domingo.

Confira a Programação:

Dia 14/09, às 19h30, no Teatro Apolo - Espetáculo O Jardim Imperador (São Paulo/SP)

Dia 14/09, às 21h, no Teatro Hermilo Borba Filho – Espetáculo Cabaré Varieté (Recife, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo/SP, Santos/SP e São Bernardo do Campo/SP)

Dia 15/09, às 19h30, no Teatro Apolo – Espetáculo Divagar e Sempre (São Paulo/SP)

Dia 15/09, às 21h, no Teatro Hermilo Borba Filho - Espetáculo Metro y Medio

Dia 16/09, às 16h30, no Teatro APOLO - Espetáculo Dia de Caça - (São Paulo/SP)

Dia 16/09, às 20h, no Teatro Apolo – Espetáculo Valdorf (Porto Alegre/RS)

Dia 17/09, às 16h30, no Teatro Hermilo Borba Filho – Espetáculo Semibreve (São Paulo/SP)

Dia 17/09, às 17h00, na Praça do Arsenal da Marinha – Espetáculo Chá Comigo

Dia 17/09, às 20h, Encerramento do Festival, no Teatro APOLO – Espetáculo Cabaré Varieté 2 (Recife, Rio de Janeiro, São Paulo/SP, São José dos
Campos/SP)

Serviço
Festival PalhaçAria do Recife 

Quando: de hoje a domingo (17)
Onde: Teatro Hermilo Borba Filho e Teatro Apolo (Bairro do Recife)
Quanto: R$10 e R$ 5 (meia-entrada)
Informações: (81) 3355-3320

Com Jéssica e Eduarda, Banda Sedutora apresenta nova formação,CONFIRA!


A banda pernambucana Sedutora veio a público na última quarta-feira, 30, apresentar oficialmente sua mais nova formação. A grande novidade fica por conta do retorno de Jéssica Netely, uma das vocalistas mais populares do histórico do grupo. Jéssica se junta à Eduarda Alves e Grazy Siqueira.
Vale destacar também que outra vocalista, ainda, foi contratada. A moça se chama Talita Souza, de 19 anos. Ela chega para substituir Darling, que foi dispensada.
Com nova formação, a Sedutora promete um CD de músicas inéditas e um DVD, que deve ser gravado no ano que vem. Aguarde mais informações!

Cantor que largou o forró pelo gospel explica por que voltou à música profana,CONFIRA!



Figura conhecida do público forrozeiro, o cantor paraibano Felipão surpreendeu os fãs ao abandonar a carreira para se tornar cantor gospel. Oito anos depois, ele retorna ao ritmo que lhe consagrou por não concordar com o comércio que envolve a música religiosa. "Não queria viver aquilo. Para mim era muito pesado. No meu coração não sentia paz nessa comercialização da música e da fé", afirma em entrevista ao Viver.
O artista visitou a capital pernambucana para divulgar a nova fase e falou sobre as mudanças na vida e na carreira. Felipão anunciou que será atração principal do Aniversário do Autobar, festa marcada para o dia 22 de setembro, em Casa Forte. Ele também vai cumprir agenda em Caruaru, no dia 11 de outubro, no Fulanos Hall.

Durante o período em que se dedicou à música gospel, ele lançou três CDs, um DVD, e escreveu dois livros. Nascido em Campina Grande, Felipe Gurgel se instalou em Fortaleza, onde mora há 25 anos com a esposa e duas filhas (10 e 6 anos). Com a maturidade adquirida nos últimos anos, o cantor de 33 anos volta a cantar forró, mas garante adotar um novo comportamento. "Tem músicas de duplo sentido que não cantaria novamente. Mas não carrego esse peso. Estava preocupado em prestar conta, mas fiquei em paz com as minhas escolhas", explica o artista que resgatou o bordão "vagabundo".

No novo formato de show, Felipão promete relembrar os antigos sucessos Dança do strip tease, Cara de sorte e Salada de amor, e incrementa o repertório com as inéditas Obedecendo, Será que a gente tem volta, Sarra bumbum e Pra você que duvidou. As novas canções fazem parte do DVD de retorno gravado em fevereiro deste ano, em Fortaleza. Para complementar o setlist, ele ainda inclui hits de Wesley Safadão, Márcia Fellipe, Xand Avião, Solange Almeida, Jorge e Mateus, Matheus e Kauan, e outros artistas.

Animal marinho de espécie desconhecida é revelado em praia após furacão Harvey,CONFIRA!



O registro de um animal misterioso morto na areia de uma praia do estado do Texas após passagem do furacão Harvey intrigou internautas e pesquisadores. As imagens, feitas por uma pesquisadora que passava na praia de Texas City, foram publicadas no Twitter e mostram o corpo de um animal aparentemente marítimo e com presas deitado na areia. “A princípio pensei que fosse algo das profundezas do oceano, como uma lampreia (tipo de animal invertebrado que vive no mar), mas assim que me aproximei percebi que não era, principalmente quando vi a boca”, afirmou Preeti Desai, dona do grupo de conservação da Sociedade Nacional de Andubon em entrevista ao jornal britânico The Mirror.

Para tentar descobrir de que se tratava aquele “corpo”, Preeti decidiu jogar o questionamento nas redes sociais. “Ok, biólogos do Twitter, o que é isso?”, perguntou. Dezenas opiniões diferentes foram dadas sobre o assunto, desde espécies raras até outras mais esdruxulas, como um animal vítima de radiação ou monstros desconhecidos. O palpite apoiado por mais pessoas até o momento é do Dr Kenneth Tighe, do Museu Nacional de História de Smithsonian. Ele acredita que o o animal seja uma espécie rara do Golfo do México, chamada de Fangtooth snake-eel (algo como “cobra-enguia com presas”, em tradução livre). A enguia vive a cerca de 90 metros de profundidade e passa a maior parte do tempo escondida, por isso é tao incomum para os “olhos leigos”. Pesquisas aprofundadas devem detectar se o “monstro” realmente é dessa espécie.

Chico Science: Tema de quadrilha junina vira espetáculo musical,CONFIRA!


Pai do movimento mangebeat, Chico Science é um músico que ainda povoa o imaginário e os corações de muitos pernambucanos. Alguns deles, inclusive, são os membros da quadrilha Junina Evolução, do bairro de Santo Amaro. A paixão pela história de vida do artista era tamanha que ele acabou virando o tema da apresentação do grupo este ano nos campeonatos de quadrilha regionais, lembrando os 20 anos da morte do ídolo. Depois de diversos elogios e prêmios no período junino, Chico vive acabou se transformando em espetáculo musical pelas mãos do mesmo grupo que o levou ao universo dos quadrilheiros e ganhará os palcos do Teatro Barreto Júnior, no Pina, a partir desta quarta-feira.


O tema Chico vive faz uma releitura singular sobre a vida e obra de Chico - do nascimento até a morte, em 1997, destacando a sua paixão pela cidade do Recife e a contribuição na produção cultural mundial. Em pouco mais de uma hora de espetáculo, 13 clássicos de Chico e Nação Zumbi são executados. Dos 150 membros da quadrilha, 32 estarão no palco, usando o mesmo figurino das apresentações juninas, com algumas alterações.


O coreógrafo e diretor Werison Fidelis, o Pinho, explica que no formato teatral, o espetáculo ganhou cenas inéditas, iluminações e novos movimentos coreográficos. “No palco, os atores dançam e cantam entre as passagens com projeções em vídeo mostrando momentos e depoimentos do saudoso Chico e de seus familiares. Esperamos que todos se emocionem com a história do homem que viu a vida onde todos só viam lama”.

Espetáculo Chico Vive
Local: Teatro Barreto Júnior (Rua Est. Jeremia Bastos, Pina)
Quando: 13 e 27 de setembro, sempre às 20h
Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Informações: 81 99808-7341

Baterista do Pink Floyd compartilha vídeo de brasileiro que fez cover bizarro,CONFIRA!



O piauense José da Cruz Silva, cujo nome artístico é Gleyfy Brauly, é fã de Pink Floyd e gravou um vídeo cantando e tocando o clássico Another brick in the wall no teclado. Para sua surpresa, o vídeo chegou até o baterista da banda, Nick Mason. ''Quando você soa tão bem assim, você nem precisa saber todas as palavras'', brincou Mason, em referência ao inglês confuso do brasileiro.

O vídeo foi compartilhado mais de 29 mil vezes e muitos brasileiros elogiaram o músico nos comentários. Após ser compartilhado por Mason, a página de Gleyfy Brauly recebeu centenas de novas curtidas e avaliações positivas de pessoas de diversos países. A gravação também foi publicada pela página francesa Poche Muzik, rendendo reações variadas entre os estrangeiros.

"Esse cara está muito à frente de seu tempo", escreveu um usuário. "O seu teclado está também em uma linguagem totalmente diferente. Agora eu tenho a melodia de teclado ruim na minha cabeça", digitou outro. As faixas Another brick in the wall I, II e III foram lançadas no álbum The wall (1979), sendo a número dois um dos maiores sucessos do Pink Floyd. A canção, assim como seu videoclipe, é uma crítica ao sistema educacional, o que causou polêmica na época do lançamento.

Filme sobre a Lava Jato tem a melhor estreia do ano na bilheteria nacional, CONFIRA!



Em cartaz desde o dia 7, o filme Polícia federal - A lei é para todos alcançou um público de mais de 470 mil pessoas no fim de semana de estreia, segundo o Filme B. Assim, se torna o longa de maior abertura entre os filmes nacionais de 2017. A produção teve sessões de pré-estreia na quarta-feira passada (6) e estreou em 737 salas de cinema do país no feriado. A produção conta a história da operação de combate à corrupção batizada de Operação Lava Jato.
O longa-metragem reune vários personagens da vida real na trama, que foi inspirada nas primeiras fases da força-tarefa. A obra é marcada por cenas de ação e perseguição relacionadas ao episódio inicial da investigação que estremeceu a política nacional. A história começou quando um carregamento de cocaína foi interceptado no Paraná, em 2014.


No filme, o ex-presidente Lula é interpretado por Ary Fontoura, enquanto o juiz Sérgio Moro é encenado pelo ator Marcelo Serrado. O policial que ficou famoso como "japonês da Federal" também aparece na produção. Polícia federal - A lei é para todos não fez uso de recursos públicos destinos à cultura para ser produzido. No entanto, contou com ajuda financeira de um investidor que pediu para não ser revelado. O filme estreou nos cinemas no dia 7 de setembro.